Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog da Osa

Não sou Curiosa (muito), Ambiciosa, e muito menos Invejosa. Mas por outro lado sou Ansiosa, Medrosa ( embora eu costuma dizer, medricas), Gulosa (q.b.), Ruidosa (MUITO), enfim, e ainda há quem me ache Fabulosa ou Maravilhosa :)

Blog da Osa

Não sou Curiosa (muito), Ambiciosa, e muito menos Invejosa. Mas por outro lado sou Ansiosa, Medrosa ( embora eu costuma dizer, medricas), Gulosa (q.b.), Ruidosa (MUITO), enfim, e ainda há quem me ache Fabulosa ou Maravilhosa :)

Vizela (Parte 2)

Vizela_jardim.png

 

Daqui fala a Osa, mas qual delas...

 

Ando numa Nostalgia em relação ao Blog e numa das buscas pelos primeiros posts encontrei este, Vizela (Parte 1).

Reparei que nunca houve um Parte 2, até hoje.

Sim, hoje isso vai mudar (reparem no titulo) 

 

Vizela é a terra que me viu nascer como disse no tal post publicado à dois anos atrás, precisamente.

Vizela "viu-me" partir, para a que é agora a minha cidade de residência, faz este ano dez anos.

Pois é, quase uma década em que a minha vida virou toda do avesso.

Mas há quem diga que o Avesso é que é o certo.

Eu não sei, mas que estou bem, lá isso estou!

Embora nos primeiros anos eu fosse todos (ou quase) os fins de semana a Vizela, esta cidade que até então era a única, começou a parecer-me cada vez menos "familiar".

Não me interpretem mal, não é que eu não conhecesse as pessoas ou os locais, mas algo tinha mudado.

Na altura eu não percebia, mas agora eu percebo.

Foram os meus olhos que mudaram, ou melhor, a forma como eu olhava para as pessoas/coisas é que mudou.

A cada dia que passava parecia que eu me ia despedindo de cada um. 

Sem me aperceber.

Aliás não tinha como saber o que me iria acontecer nesta nova cidade que me acolheu.

Apaixonar-me!

Mas a vida é assim, basta estarmos disponíveis para poder acontecer.

E assim, deixei tudo e todos e hoje sempre que regresso a Vizela, as baterias são recarregadas, mas o meu olhar sobre esta pequena e linda cidade já não é o mesmo.

Vou mostrar um pequeno exemplo do que vivi este fim de semana.

No sábado passado estive em Vizela e fui à missa. O Padre é o mesmo desde que frequento a igreja. Como fui pessoa de ir muito à missa (fiz o crisma) conheço quase de cor os tiques e manias do Sr. Padre. Diga-se que a paciência não é o forte do senhor... Posto isto, posso dizer que continua tudo igual, ele a resmungar com os acólitos e ajudantes porque não estava tudo como ele queria...imaginem que ele parou a homilia para resmungar que uma porta se abriu...Oh Deus!!!

Mas se isto acontecesse à uns 10/12 anos atrás eu criticaria o homem e passava o jantar todo a resmungar com o meu pai e a dizer-lhe que o Padre não tem modos nenhuns, mas hoje não. Já no carro com os meus pais comentei a seguinte pérola: "há coisas que nunca mudam" e sorrimos os três.

 

Enfim, isto para vos dizer que por vezes estar "Fora" faz-nos muito bem.

Pelo menos a mim fez e sim, continuo a "Morrer" de saudades de Vizela.

 

P.S - A imagem é retirada da net e mostra o que para mim será sempre o centro da cidade, o Jardim Manuel Faria.

 

Comentar:

CorretorMais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.