Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog da Osa

Não sou Curiosa (muito), Ambiciosa, e muito menos Invejosa. Mas por outro lado sou Ansiosa, Medrosa ( embora eu costuma dizer, medricas), Gulosa (q.b.), Ruidosa (MUITO), enfim, e ainda há quem me ache Fabulosa ou Maravilhosa :)

Blog da Osa

Não sou Curiosa (muito), Ambiciosa, e muito menos Invejosa. Mas por outro lado sou Ansiosa, Medrosa ( embora eu costuma dizer, medricas), Gulosa (q.b.), Ruidosa (MUITO), enfim, e ainda há quem me ache Fabulosa ou Maravilhosa :)

Bilharacos, à minha Moda

Daqui fala a Osa, mas qual delas...

Em dia de Ida à Nutricionista, nada mais justo (!) do que Publicar uma das minhas Peripécias (Docinhas) na Cozinha, realizada este fim de semana.

[ Ela ainda não segue o Blog da Osa, por isso estou safa😆 ]

Falo-vos então de Bilharacos, ou Bolinhos Fritos de Abóbora.

Já me tinha aventurado em 2016, como vos contei neste Postcaso queiram  saber como tudo começou😅 é só espreitar .

Na altura não registei o que fiz e como fiz , por isso desta vez fiz diferente, fui apontando tudo o que ia fazendo.

Ora afiem os lápis para tirarem as notas🤓🤳

A Receita é do Tipo "Própria", mas com ideias aqui e ali na bela da Internet.

 

Para a Massa:

Abóbora - 1,5kg (crua e já sem casca) 

Ovos - 3 

Açúcar Amarelo - 300g (foi demais, pode ser só metade!)

Vinho do Porto - 2 mini copos da Shoyce (equivalente a um cálice)

Fermento - 1colher de sobremesa 

Raspa de 1limao 

Farinha - 6 colheres de sopa bem cheias

Canela - 1 colher de sobremesa 

Sal - 1 colher de sobremesa. 

 

Para envolver no final de fritar:

Açúcar e canela a gosto.

 

Comecei por descascar a abóbora, corta-la em pedaços pequenos e coloquei-a cozer em água com sal.

[Dica, coloquem pouca água , pois ela já tem bastante e vai largando]

Eu não segui a dica e tive imenso tempo a retirar a água.

Cozi-a no sábado e deixei-a a escorrer até Domingo...aquilo larga água para caraças 🙄

Depois de ter a certeza (ou não) de que a abóbora não tem água, coloquei a mão na massa, literalmente.

Comecei por juntar os ovos, o açúcar e depois todos os ingredientes da lista.

Depois de amassar confesso que mexi com colher de pau.

Massa feita , deixei repousar 2 horas.

Depois foi só (!) fritar!

Como manda a tradição,  usei 2 colheres para colocar pedaço a pedaço no tacho de fritar, ou Sertã, como se diz por aqui. 

Tenho um Gif a mostrar a técnica a "enrolar " mas não consigo colocar aqui 😏

Vou colocar no Instagram do Blog da Osa.

Entretanto deixo-vos uma imagem de quase metade do resultado final.

Renderam muitos, mas foram-se comendo mesmo quentes.

Eu confesso que aprecio mais frios.

No fim, basta passar estes docinhos por açúcar e canela, para ficarem ainda mais doces(!!), mas isso fico a gosto de cada pessoa.

DSC_0123.JPG

Conclusões:

  1. A farinha não é por medida certa, vão adicionando colher a colher, até que a massa vos pareça com alguma consistência, mas não muita. Não é para ter a consistência de bolinhos de bacalhau.
  2. Como mencionei o açúcar foi em demasia, embora alguns 'conhecedores' dissessem que não mexesse mais, que estavam bem assim.
  3. A minha Filha Adorou e hoje no caminho para casa, perguntou: "há mais bilharacos em casa?  Derreti!
  4. O Post era para ser publicado ontem, mas aqui a Osa estava exausta e adormeceu antes de carregar no publicar...
  5. Diz que  hoje é dia da Bondade, por isso a BondOsa está a fazer a bondade de partilhar algo docinho e que já sabe a Natal...
  6. Faltam 6 semanas para o Natal Oh Oh oh 

 

Com este Espírito Natalício, me despeço desejando que continuem Doces ou Salgados, conforme o Gosto.