Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Blog da Osa

Não sou Curiosa (muito), Ambiciosa, e muito menos Invejosa. Mas por outro lado sou Ansiosa, Medrosa ( embora eu costuma dizer, medricas), Gulosa (q.b.), Ruidosa (MUITO), enfim, e ainda há quem me ache Fabulosa ou Maravilhosa :)

Blog da Osa

Não sou Curiosa (muito), Ambiciosa, e muito menos Invejosa. Mas por outro lado sou Ansiosa, Medrosa ( embora eu costuma dizer, medricas), Gulosa (q.b.), Ruidosa (MUITO), enfim, e ainda há quem me ache Fabulosa ou Maravilhosa :)

Peripécias na cozinha, Doce Fit

Collage 2017-04-12 11_28_01.jpg

 

Daqui fala a Osa, mas qual delas... 

 

A Osa está em dieta (leia-se, está a ter algum cuidado com a alimentação).

Mas a Osa gosta muiiiiiiiiiiiiiiiitooooooo de comer.

E isso suscita alguma controvérsia entre a cabeça e a barriguinha...

Quando me "proíbem" de comer algo é o mesmo que me atiçar fogo ao "cu das calças"...

Na minha cabeça oiço a voz doce da doutora:

"Dona Cristina sobremesa não!"

Penso:

"É crente ou ainda não me conhece o suficiente."

A segunda hipótese, com certeza!

Adiante.

 

Eu como já disse antes, tenho gostado cada vez mais de estar na cozinha a fazer docinhos.

Mas os docinhos têm que ser reinventados, por causa da minha "condição".

Outra coisa que também já o disse por aqui (e não só) é que odeio deitar comida fora.

Não gosto nada.

 

Cada vez mais oiço dizer que não se deve colocar a fruta no frigorífico, diz que perde as qualidades.

Mas com o calor a fruta "amadurece" muito mais rápido.

Fico confusa e com fruta podre muito rápido...

E eu gosto de fruta fresquinha. (vou ter que comprar mais amiúde)

Os meus dentes é que se queixam às vezes!!!

 

Ontem ao remexer na fruta apercebi-me que tinha umas 8 maças a ficarem "passadas", tipo das que já ninguém as vai comer!

Tive que pensar numa solução para o problema.

A Osa meteu a mão na massa.

 

Pesquisei por "Tarte de Maça saudável" no amigo Google e apareceram duas que me "saltaram à vista".

Mas nem uma nem outra me convenciam...até que pensei que seria interessante juntar as duas, ou melhor, a base de uma e o recheio de outra.

Passo a explicar:

Cozi as 8 maças e reduzi-as a puré.

Juntei metade do puré a 160g de aveia (flocos), duas colheres de sopa de açúcar mascavado e uma pitada de sal. Amassei bem e coloquei na forma, previamente untada, formando a base para a tarte. Levei ao forno durante 10 minutos. Enquanto isto juntei ao restante puré duas gemas e um ovo, mexi bem e fui laminar duas maças para decorar a tarte. Passados os dez minutos coloquei o recheio na base e dispus as maças laminadas como manda a etiqueta...(aquilo custa, depois de meio, confesso que abandalhei um pouco ).

Foi novamente para o forno, durante meia hora (ou até ficar douradinha) a 180º.

Polvilhei com um pouco de canela.

 

Como podem ver é bastante fácil, barato e o açúcar que é adicionado é muito pouco.

Mais, serve para os olhos comerem e parecendo que não, acaba por saciar sempre alguma coisa!

Cá em casa foi aprovada até pela mais pikena  

Ela tem adorado as invenções da mamy!!

Nota: Aprendi da melhor forma que não é preciso massa folhada/quebrada para se fazer uma tarte. Yeahhh

 

Retirei ou "roubei" as ideias daqui (base) e daqui (recheio).

 

Até à próxima peripécia já sabem, sejam doces ou salgados, conforme o gosto!

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.