Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Blog da Osa

Não sou Curiosa (muito), Ambiciosa, e muito menos Invejosa. Mas por outro lado sou Ansiosa, Medrosa ( embora eu costuma dizer, medricas), Gulosa (q.b.), Ruidosa (MUITO), enfim, e ainda há quem me ache Fabulosa ou Maravilhosa :)

Blog da Osa

Não sou Curiosa (muito), Ambiciosa, e muito menos Invejosa. Mas por outro lado sou Ansiosa, Medrosa ( embora eu costuma dizer, medricas), Gulosa (q.b.), Ruidosa (MUITO), enfim, e ainda há quem me ache Fabulosa ou Maravilhosa :)

Dia de muito choro por essas creches/escolas "afora"...

creche.jpg

 Daqui fala a Osa, mas qual delas...

 

Já ontem se liam comentários e mais comentários sobre o primeiro dia de escola/creche dos "pequenos"...

Sofremos muito por antecipação, possa!!!

Para muitos o primeiro dos primeiros, para outros o primeiro dia após o período das belas férias...

Eu para "escapar" a esse flagelo já levei a princesa na sexta feira, para poder ser um pouco mais fácil.

Ela apenas mudou de sala, a educadora e a auxiliar continuam as mesmas, Yeah 

Disse-me "...Embora..." mal entramos na recepção  "ratita da mãe pah" 

Chorou, na sexta e hoje.

Mas aquele choro de miminho, nada mais.

Aquele choro em que no minuto depois já parou.

Mas ao sair da instituição dava para ouvir vários tipos de choro...e alguns Pais um pouco "entalados" com a despedida dos seus rebentos!

 

Mas hoje só ansiava ouvir um choro.

Um choro novo.

Já ouvi, mas ainda não o vi pessoalmente.

Bem-vindo meu Príncipe Afonso 

4 de Setembro já está para sempre no meu calendário!

 

 

P.S - Imagem retirada da net.

 

Coisas de mãe (Im)Perfeita

Daqui fala, a Osa mas qual delas...

 

Chegou o Inverno e com ele um frio bem gelado!

Mas isso já toda a gente sabe.

O que não sabem é que ser mãe é uma constante corrida!

Sinto que estou sempre a correr uma maratona!

Sem nunca ter corrido uma, para que conste!

 

Como o dia de hoje é o inicio oficial do frio, sabemos que isto traz as festinhas de Natal.

E ontem foi a primeira festinha da creche da minha Princesa.

Tão pequenina, sem saber o que se estava a passar, num palco cheio de meninos/as e uma plateia repleta de gente...

Era vê-la com um olhar meio perdido, mas com o aconchego da chupeta e o colinho de uma das educadoras.

Estava a salvo

 

Mas nem tudo foi perfeito.

Lembram-se do inicio do Post que eu falei em correr?

Pois, fui a correr para a festinha e quando chego lá faço como toda a gente, tiro o Smartphone para gravar aqueles momentos para mais tarde recordar.

Só que não!

Eu ando com um problema a esse nível tecnológico.

Eu neste momento tenho dois aparelhos para a palavra Smartphone fazer sentido. Um é Phone e o outro é o Smart.

E só levei o Phone...tento ligar a máquina fotográfica e aparece a mensagem horrível:

IMG_20161221_111445.jpg

E não, não basta libertar espaço, já não há cura para este coitado. Agora serve para o que foi inicialmente concebido o telemóvel, fazer/receber chamadas.

Já o outro, desde que tenha acesso a Wi-fi funciona para tudo, menos para servir de telefone.

São sortes!

 

E assim, se passou a primeira vez que a vejo num palco, com o coração a rebentar de orgulho e as imagens que vi, estão gravadas na minha cabeça...bem guardadas!

E dramatismo à parte, não faltavam fotógrafos e também tinha lá o primo e o tio que gravaram o que podiam.

Estamos safos!!

 

P.S - Imagem real do meu telefone!

 

 

 

Mitos e "Lengalengas" da Maternidadade, Parte V

creche.jpg

 

Daqui fala a Osa, mas qual delas...

 

Um dos maiores receios da mãe é sem duvida saber onde e a quem vai entregar o seu filho quando tiver que ir trabalhar.

Hoje vamos falar sobre deixar os filhos na creche.

As opiniões dividem-se em relação à melhor altura para o fazer.

Por isso cá vai o meu testemunho.

 

Aos quatro meses iniciamos mais uma etapa nesta jornada.

A ida para a creche, porque a mãe tinha que ir trabalhar.

Lembro-me de sofrer imenso ao pensar nisto.Sofria mesmo, aliás acho que sofri "quase tudo" antes, pois no dia não custou assim tanto.

E não chorei.

Sim eu era daquelas que achava que ia chorar este mundo e o outro.

Mas não, foi pacifico.

Um sentimento estranho mas completamente aceitável.

Pronto, também tenho que confessar que até aos 6 meses eu ia lá amamentar de 3 em 3 horas.

Foi bem mais fácil.

Mas não me arrependo de a deixar na creche tão pequenina, ela adaptou-se super bem!

E o facto de não estar com ela 24 horas por dia também nos fez muito bem.

Mas não fez milagres, a mãe é que é a melhor 

 

Lição nº5

Sofrer por antecipação só faz rugas de expressão!

 

 

P.S - Falta 1 dia e 1 tema.

P.S2 - Imagem retirada da net.